Visite nosso arquivo

A Doença do Refluxo Gastroesofágico (DRGE) ocorre quando o ácido do estômago reflui para o esôfago. O esôfago é o tubo que leva alimentos e líquidos da boca para o estômago. Os ácidos produzidos no estômago ajudam a quebrar e digerir os alimentos. Normalmente, existe um “anel” de músculos denominado esfincter (Figuras 1 e 2) entre o esôfago e o estômago que evita o contato do ácido com o esôfago. Se este mecanismo estiver alterado, a DRGE pode ocorrer.

 


Figura 1 – Aspectos da Anatomia

 


Figura 2: Observe que entre o estômago e o esôfago existe uma “válvula” que chamamos de esfincter. Normalmente ele é competente, ou seja, evita que o ácido do estômago reflua para o esôfago.

 

SINTOMAS DA DRGE:

- Queimadura no esôfago ou no peito (azia, pirose, etc);

- Dificuldade para engolir alimentos;

- Refluxo de ácido ou comida para o peito ou garganta (ou até mesmo para a boca);

- Queimadura na garganta;

- Tosse crônica, garganta irritada, coceira na garganta ou rouquidão;

- Asma brônquica/ bronquite;

- Anemia e sangramento.

Causas da DRGE:

- A DRGE ocorre quando os músculos que bloqueiam a abertura entre o esôfago e o estômago estão frouxos. Estes músculos podem se afrouxar devido a:
- Cigarro;
- Aumento de peso;
- Certos tipos de medicamentos ou alimentos;
- Problemas médicos como Hérnia de Hiato;
- E uma diversidade de outras causas.

 

Na hérnia de hiato, parte do estômago “entra”para o tórax, ou seja, passa a ficar acima da região muscular onde fica o esfincter. Com isso, em muitos casos, o paciente perde a função do esfincter, levando ao refluxo.

 

COMPLICAÇÕES:

O constante contato do ácido que reflui do estômago com a parede do esôfago leva a chamada esofagite (inflamação do esôfago), que em uma fase inicial ficará com aspecto avermelhado, ferido. E se não tratado adequadamente pode levar a algumas complicações:

- Formação de lesões pré-cancerosas ou até ao câncer;

- Formação de um estreitamento (estenose) no final do esôfago, que poderá levar a uma dificuldade na deglutição;

- Úlceras esofágicas, que podem evolui também com estenose.

 

DIAGNÓSTICO:

-  O diagnóstico da doença do refluxo é baseado no sintomas do paciente, mas sempre precisa ser confirmado com a realização de exames;

- EDA ( Endoscopia Digestiva Alta) é o primeiro e principal exame, permite a visualização do esôfago e da transição esôfago gástrica;

- SEED ( Seriografia esôfago estomago duodenal): através da deglutição de contraste permite a visualização dinâmica da passagem do contraste do esôfago para estomago, podendo ser útil para o diagnóstico da doença do refluxo;

- Phmetria : permite a mensuração do número, duração e intensidade  de refluxo.

 

TRATAMENTO:

A princípio o tratamento é clínico: são usados medicamentos antiácidos, como preparações à base de hidróxido de magnésio e alumínio, e medicamentos inibidores de receptores H2 histaminérgicos, como a ranitidina e cimetidina. Além disso, há os pró-cineticos, que melhoram o esvaziamento gástrico (como a domperidona, metoclopramida e bromoprida). Os mais efetivos são os inibidores da bomba de prótons (omeprazol, pantoprazol, rabeprazol dentre outros) ingeridos 1 ou 2 vezes ao dia. São também indicadas medidas como não deitar após as alimentações e dormir com a cabeceira da cama mais elevada.

Para os casos mais graves e aqueles que não respondem ao tratamento clínico, pode estar indicado o tratamento cirúrgico, que consiste na correção da hérnia de hiato ou da incontinência do esfíncter inferior do esôfago através da confecção de uma válvula anti-refluxo (fundoplicatura) com o fundo gástrico que envolve total ou parcialmente o esôfago. As vias de abordagens são a laparotomia (método tradicional, com um corte vertical de cerca de 10-15 cm acima da cicatriz umbilical); e a laparoscopia (método mais recente em que são realizadas 4 ou 5 pequenas incisões, de cerca de 1 cm cada, e por onde são inseridos o instrumental cirúrgico e uma pequena câmera de vídeo).


 
 
 
—————————————————————————————————————
Retratação da Internet
Em casos de doença séria ou emergência médica procure assistência imediatamente. As informações fornecidas neste website, tem por objetivo, apenas fornecer informações gerais para leitura. Ele NÃO substitue o exame, diagnóstico e atendimento médico provido por um profissional qualificado. Nenhum conteúdo deste site pode ser utilizado para diagnóstico ou tratamento de um problema de saúde.
Para considerações médicas, incluindo decisões sobre medicações e outros tratamentos, você deve realizar uma consulta com o profissional de saúde qualificado. As informações de saúde ou qualquer resposta interativa originária deste site não podem ser interpretadas como informações de um profissional médico. Você deve buscar dados em outros sites, principalmente os veinculados a sociedades e entidades médicas para confirmar as informações que disponilizamos neste site.
Se você desconfia que está com qualquer problema de saúde, por favor entre em contato com um médico ou hospital, imediatamente, para correta avaliação.

  • Name (Obrigatório)

  • Email (Obrigatório, mas não será publicado)

  • Url (Opcional)

  • Comentário (Obrigatório)